A crueldade de ser feliz

Então você quer ser feliz né ? Pois é eu acho isso muito cruel. Mais do que cruel, eu acho impossível. Ao menos em um futuro imaginável no atual estágio de evolução humana.

Cruel ? como cruel ?

Cruel porque é a coisa mais egoísta que você pode querer. E é a mais egoísta, porque para que alguém possa atingir um estado de “felicidade”, seja lá o que isso for, terá que ignorar todo o sofrimento à sua volta.

Como você pode ser feliz vendo a infelicidade de membros de sua família ?
Ok… suponhamos que todos na sua família sejam felizes.

Como você pode ser feliz se tantos sofrem no meio que você vive ?
Tá tudo bem, você mora em Beverly Hills e todos à sua volta parecem felizes.

Como você pode ser feliz se você sabe do sofrimento de tantas pessoas em tantos lugares, não só no seu país, mas em outros?

Então para você ser feliz é preciso que todo o planeta seja feliz junto com você. Ou então não pode existir felicidade.

Mas vamos viajar na maionese e imaginar que um dia num futuro distante seja possível a humanidade atingir um nível tão alto onde todo o sofrimento possa ser eliminado deste planeta (sonha Alice!).

Com toda certeza muito antes de isso acontecer teríamos tomado contato com outras raças de outros mundos em um Universo tão vasto.

Então… Como você pode ser feliz se há tanto sofrimento em tantas galáxias ?
E tem uns cientistas e místicos aí falando de outras dimensões.

Por conseqüência para que você seja feliz, no mínimo todo o universo tem que ser feliz com você. Capaz de não conseguirmos que seja hoje. Nem amanhã. Mas continue tentando. Eu mesmo acredito em reencarnação.

Um comentário em “A crueldade de ser feliz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *