E se ?

-Ouvir ao som de Princes of the Universe – Queen

E se realmente formos espíritos imortais ?

E se realmente estivermos à milênios e milênios reencarnando uma vida após a outra aprendendo bem devagarinho ?

Se isso for verdade quantos espíritos existirão ? Com certeza sabemos de uns 7 e tantos bilhões. E se os animais estiveram evoluindo para depois encarnar como humanos ? E se os insetos estiverem evoluindo para depois encarnar como animais ? E se as plantas estiverem evoluindo para depois encarnar como insetos ? E se as pedras estiverem evoluindo para depois encarnar como vegetais ? Quantos dá ?

E se essa regra valer para todo universo em incontáveis mundos em incontáveis galáxias com graus de evolução diversos e incontáveis reinos como os nossos reinos mineral, vegetal, animal e humano. Quantos dá ?

E se o nosso planeta for um grão de poeira com um reduzidíssimo número de seres em um fragmento de evolução em uma cadeia inimaginável de galáxias, sistemas, mundos, reinos e seres ? Mesmo que o número de seres neste mundo (33 setilhões) nos pareça colossal, se pensarmos dessa forma somos mera poeira nessa evolução universal.

E se esses espíritos mudam de mundo em mundo conforme seu grau e necessidades ? Considerando a dificuldade de evolução que vemos claramente na humanidade, quantos milênios serão necessários até um grau mínimo de civilização ?

Se estamos aqui à aproximadamente 100.000 anos e evoluímos tão pouco que estamos a ponto de destruir esse planeta, me pergunto se este é o primeiro planeta que destruímos (ou o último).

E se for assim mesmo ? E se a gente reencarna de planeta em planeta, destruindo alguns no caminho e depois indo pra outros e evoluindo o tempo que conseguirmos lá até evoluirmos o suficiente pra conseguir manter o planeta vivo ou destruirmos mais um.

Talvez Deus seja rico o suficiente para poder dispor de um número incontável de planetas até finalmente darmos conta de conseguirmos ficar em algum sem destruí-lo.

Mas aí tem todos os outros seres que ainda não evoluíram e precisam de mais e mais planetas.

Talvez por isso existam tantas galáxias, com tantas estrelas, tantos mundos e em especial tantos mundos vazios. Talvez porque seja assim mesmo que espíritos evoluem.

Talvez hajam outros universos, como bolhas que se expandem e retraem, criada para evoluir consciências com um inimaginável número de mundos, onde se dá a evolução e quando não houver mais mundos que deram certo e mundos que não deram o universo se retraia e retorne ao que quer que exista além dele apenas para que outro universo seja criado e assim sucessivamente até um grau inimaginável de evolução.

Talvez os planetas que deram certo se acendam com o amor dos espíritos que ali estão e se tornem estrelas iluminando a escuridão do vazio cósmico e no final antes da retração haverão tantas estrelas que o universo não será escuro e navegaremos no cosmos de um mar de luz.

Pensar assim traz um nível de calma tão grande. Por um momento as grandes questões, todas as causas sociais, tudo por que lutamos parece bem menor que procurar buscar ter calma, serenidade e tratar a todos com amor.

Tenha calma. Tem tempo.

3 comentários em “E se ?

  1. Nahyara

    Não sei se essa ideia me acalma. A mim me causa angústia, por estar diante (da possibilidade) de algo tão grandioso e que eu seria parte tão ínfima…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *